Ao coçar os olhos, jovem desenvolve problema na córnea e pode ficar cego sem tratamento

Edelvan promove ações beneficentes para custear tratamento de inesperado e grave problema de visão

A cada dia, Edelvan Junior, 22 anos, percebe o mundo à sua volta com menos nitidez. Após o simples ato de coçar os olhos, o jovem adquiriu problema que prejudica com rapidez suas córneas e promove, com ajuda de amigos e família, ações beneficentes para custear tratamento.

A descoberta da condição foi por acaso, há cerca de um mês, quando o jovem foi renovar a CNH (Carteira Nacional de Habilitação) para poder trabalhar como motorista de aplicativo em Campo Grande. Durante os exames de praxe, percebeu que já não enxergava bem.

Em consulta a um oftalmologista, foi diagnosticado com ceratocone, doença degenerativa que deixa a córnea em formato cônico e provoca visão embaçada e dupla, hipersensibilidade à luz e dores de cabeça. O motivo pode ser hereditário ou pelo ato de coçar com frequência os olhos, caso de Junior, que tem irritação provocada por rinite alérgica.

“Fiquei chocado e tem sido muito rápida a piora. Percebo o olho direito mais prejudicado, fica bem embaçada a visão. São muitas idas a médicos, o que nos rendeu despesas não esperadas, e o tratamento tem que ser rápido para evitar o transplante de córnea, já que a condição não tem cura”, explica.

O procedimento necessário se chama crosslinking e consiste na aplicação de vitamina B12 para enrijecer a córnea, para evitar o avanço do problema. O custo é de R$ 4 mil para cada um dos olhos, além do valor das consultas e anestesia.

Ajuda

Para arrecadar o valor, é realizada a venda de pizzas e almoço beneficente. Cerca de 100 pizzas já foram vendidas, mas ainda é preciso ajuda para conseguir todos os ingredientes, como mussarela, presunto e calabresa, além de embalagens para entrega das pizzas no próximo sábado (24).

Já o almoço dançante acontece no dia 9 de dezembro, no Centro Comunitário das Moreninhas. O prato principal é arroz carreteiro, mas o dia também é de diversão com música e brincadeiras para crianças, como pula-pula.

Para saber mais, doar os ingredientes ou adquirir ingressos para o almoço, basta entrar em contato através dos números (67) 99289-2242, de Edelvan, (67) 98411-6704, de sua mãe, Gilda, ou sua namorada Ale, no (67) 99214-9516.

Doações podem ser feitas nas contas abaixo, a Edelvan de Souza Ramos Junior:

Banco Santander

-Agência 4665

-Conta 01084387-0

Conta Itaú

-Agência 0091

-Conta 67274-1

Fonte:Top Midianews

Pax Primavera