Em respeito a eleitores, Rose protocola documento e recusa R$ 33,7 mil de auxílio mudança

Benefício é dado aos parlamentares de primeiro mandato

A deputada federal eleita, Rose Modesto (PSDB), abriu mão dos R$ 33,7 mil a que tem direito no chamado auxílio mudança. Ela protocolou o documento onde recusa o benefício dado para os parlamentares de primeiro mandato em Brasília.

De acordo com o Site TopMidia, o dinheiro é para arcar com despesas com a mudança para a capital federal e pode ser recusado, se assim o parlamentar quiser.

”Embora seja um benefício garantido em lei, pelo fato de não utilizar esse recurso, em respeito aos meus eleitores, em respeito aos recursos públicos e atendendo o clamor da população que pede austeridade nos gastos públicos, abro  mão dessa ajuda de custo”, anunciou Rose.

Pax Primavera