Odilon Jr. visitou Puccinelli na prisão antes de apoio do MDB ao pai

Odilon filho e Odilon pai em evento do PDT - Foto: Valdenir Rezende / Arquivo / Correio do Estad

Odilon Júnior foi ao Centro de Triagem falar com Puccinelli

O filho do candidato ao governo do Estado e juiz federal aposentado Odilon de Oliveira (PDT), Odilon de Oliveira Júnior (PDT), visitou no Centro de Triagem de Campo Grande, no começo da semana passada, o ex-governador André Puccinelli e principal articulador político do MDB em Mato Grosso do Sul. Logo após a visita, no dia 10, as agremiações anunciaram a união para o segundo turno, contra a reeleição de Reinaldo Azambuja (PSDB).

O Correio do Estado teve acesso à ata de controle de entrada do Centro de Triagem, onde Puccinelli está preso desde o dia 20 de julho, que consta Odilon Júnior no local para visitar o ex-governador junto do advogado Luiz Pedro Gomes Guimarães, denunciado na Operação Coffee Break, a qual investiga a suposta compra de voto dos vereadores de Campo Grande para cassar o então prefeito Alcides Bernal (PP), em 2014.

Os dois chegaram por volta das 11h37min, identificaram-se como advogados, com os números de registro de ambos na Ordem dos Advogados do Brasil (OAB-MS) marcados na ata, “para falar com o interno André Puccinelli”. No documento não consta o horário que Odilon filho deixou o local, porém, às 11h54min e às 11h55min, são anotadas duas saídas do advogado Luiz Pedro Gomes Guimarães, e ele entrou apenas uma vez no prédio.

Fonte:Correio do Estado

Pax Primavera