Administração municipal de Nova Alvorada do Sul realiza ação de prevenção ao suicídio “Setembro Amarelo”

Administração municipal de Nova Alvorada do Sul, através da Secretaria de Saúde, por meio da equipe do NASF (Núcleo de Apoio a Saúde da Famíliar), visitou as unidades de saúde e órgãos públicos falando sobre o dia mundial da prevenção do suicídio (10), com objetivo de conscientizar a população sobre a importância da prevenção do suicídio.

No Brasil, o movimento surgiu em 2015, com a proposta de associar a cor ao mês que marca o Dia Mundial de Prevenção ao suicídio (10 de setembro).

A cor da campanha foi adotada por conta da trágica história que a inspirou. Em 1994 um jovem americano de 17 anos tirou a própria vida dirigindo seu carro amarelo. Seus amigos e familiares distribuíram no funeral cartões com fitas amarelas e mensagem de apoio para pessoas que estivessem enfrentando o mesmo desespero e as mensagens foram se espalhando mundo a fora.

O assunto ainda é um tabu e enfrenta grandes dificuldades na identificação de sinais ofertas e buscas por ajuda, justamente pelos preconceitos e falta de informação.

O suicídio é uma tragédia silenciosa que, muitas vezes é uma denúncia de uma crise coletiva. Toda morte fala algo sobre a sociedade, por isso é importante pensar no suicídio como problema de saúde pública e criar políticas que atendam essa demanda.

O aumento de 27,2% dos casos de suicidas entre 1980 e 2019 implica em considerar os fatores socioeconômicos e culturais vivenciados pelo sujeito contemporâneo, como a competição e a perda de vínculos afetivos. Os vínculos estão fragilizados, há falta de referências e isso nos deixa a deriva, pois tudo se torna passageiro e substituível.

Para as psicólogas do NASF ( Adriana, Ana Carolina, Greice Cristina), o papel da psicologia é buscar compreender as condições de vida que podem contribuir para produzir sofrimentos mentais. Devemos acolher e levar o sujeito à ressignificar esse sofrimento a partir do entendimento de como são produzidos nas instancias sociais, histórica e culturais.

Essa data veio como marco para ressaltar que o suicídio pode ser prevenido. Saber reconhecer os sinais de alerta em si mesmo ou em alguém próximo a você pode ser o primeiro e mais importante passo. Não há uma receita para detectar seguramente quando uma pessoa está vivenciando uma crise suicida. Entretanto, o indivíduo em sofrimento pode dar sinais de alerta.

Pax Primavera