Usina São Fernando: Administradora garante que usina pagará credores

Os administradores judiciais da Usina Fernando informaram que o funcionamento da empresa está normal e que a indústria não vai fechar, mesmo após a justiça decretar a falência da empresa, controlada anteriormente pela família de José Carlos Bumlai, pecuarista sul-mato-grossense condenado na Operação Lava-Jato.

O relato, segundo a assessoria de imprensa da prefeitura de Dourados, ocorreu em reunião na quinta-feira (29) entre os representantes e o vice-prefeito Marisvaldo Zeuli.

Durante o encontro, os dois responsáveis pela administração da São Fernando designados pela justiça, Rafael Vicenzi e Vinicius Coutinho fizeram um relato do que está em execução e informaram que foi reelaborada uma programação, a qual está sendo cumprida, principalmente em relação a pagamento de dívidas com funcionários e fornecedores.

O procedimento judicial permitiu o processo de falência com a indústria em funcionamento e isso tem feito com que parte dos credores sejam beneficiados com o próprio resultado da produção e os trabalhadores permaneçam com seus empregos.

Os administradores adiantaram ainda que existem dois investidores interessados em assumir a indústria e, pela programação da justiça a expectativa é de que num período de seis a oito meses essa transação seja efetivada independente de quem adquirir a São Fernando.

São Fernando

A usina teve sua falência decretada pelo juiz Jonas Hass, de Dourados, no dia 8 de junho, tomando como base a falta de pagamento aos seus credores. No local são aproximadamente 2 mil pessoas que dependem direta ou indiretamente da empresa.

Fonte:Dourados News

http://assomasul.org.br/