Advogados de todo MS aderem em massa ao Movimento OAB Presente

Acolhimento e valorização do advogado em seu cotidiano são as principais características da união de profissionais oficializada nesta semana, destaca o líder do movimento, advogado Bitto Pereira

Com a adesão em massa de advogados em todo o Estado de Mato Grosso do Sul, foi consolidado nesta quinta-feira (9) o movimento OAB Presente, representado por advogados e advogadas de todas as gerações, e tem como pauta principal a manutenção do apoio e acolhimento aos advogados em suas demandas cotidianas.

“O movimento é uma conjunção de ideias. Nós somos advogados ou advogadas que sempre estão presentes na OAB. Somos advogadas e advogados que valorizam o passado, que projetam e pensam no futuro. É isso que nos une”, afirmou o vice-presidente da Escola Superior de Advocacia no País (ESA Nacional) e conselheiro federal da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB), Bitto Pereira, um dos advogados líderes do movimento.

“Esse é o nosso projeto, um projeto de ideias. De quem se faz presente todos os dias há seis anos. Nós não temos ideias mirabolantes e inexequíveis. Não é assim que nós fazemos. Nós trabalhamos por uma OAB verdadeira, que ouve as pessoas, que funciona de portas abertas. Acolhedora, harmoniosa, plural”, complementou Bitto, durante o lançamento do evento.

Advogados de Campo Grande e do interior do Estado participaram do lançamento do movimento. Entre os que integram o OAB Presente estão o atual presidente da seccional Mato Grosso do Sul da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB-MS), Mansour Karmouche, e o secretário-geral da OAB Nacional e conselheiro federal, Ary Raghiant.

“Sempre estivemos presentes, e sempre quando todos precisarem, assim como já disse ao Bitto, nós estaremos ao lado, assim como estarei ao lado dele”, disse Mansour Karmouche.

“Começamos um processo de renovação da OAB, mas com muita responsabilidade”, afirmou Raghiant. “O Bitto é um líder em sintonia com os novos tempos: moderno, inteligente, jovem e aberto ao diálogo. Vamos construir e dialogar com toda a advocacia de Mato Grosso do Sul”, complementou.

Pautas

A presença e apoio constante aos advogados é maior pauta do movimento, porque é a partir dela que as demandas dos advogados, as cotidianas e as estruturais de médio e longo prazo, são solucionadas.

Dentre os exemplos estão a paridade de gênero na composição da Ordem, as novas regras que permitem o marketing jurídico por meio de publicações em plataformas digitais e redes sociais, e também o fim da cláusula de barreira aos jovens advogados, que permite que eles possam concorrer a cargos nas eleições da OAB.

Por que presente?

O movimento OAB Presente não é como os outros movimentos que aparecem em períodos pré-eleitorais. O surgimento do OAB Presente ocorreu na década passada, depois que dezenas de advogados que integravam a gestão da OAB-MS em 2014, renunciaram de forma coletiva a seus cargos, deixando boa parte dos profissionais da área desamparados em todo o Estado de Mato Grosso do Sul.

A partir desta necessidade, de reconstruir a Ordem, surgiu a necessidade de reconstruir pontes, refazer laços e atender aos anseios dos advogados.

“Por que OAB Presente? Porque nós estávamos presentes, quando a OAB mais precisou, no momento mais triste de sua história. Quando alguns abandonaram a mais importante instituição da sociedade civil brasileira, nós estávamos presentes. Nós fomos para uma eleição no momento de resgate, da importância da grandeza da instituição”, exemplificou Bitto Pereira, no evento desta quinta-feira (9).

“Nós estávamos presentes quando a advocacia brasileira precisava de voz no Congresso Nacional para aprovar um projeto para criminalizar a violação às nossas prerrogativas, que lá estava parado, e hoje isso é uma lei”, lembrou.

“Também estávamos presentes, quando a advocacia brasileira, representada pela valorosa presença das mulheres que aqui estão, lutavam por paridade, e nós não fizemos isso numa retórica eleitoral, fizemos isso acontecer no exercício do mandato, e hoje isso é uma realidade”, disse Bitto, ao relembrar sua atuação no Conselho Federal da Ordem em valorização das mulheres.

Rota do Saneamento