Campanha Coleta Seletiva chega as escolas municipais de Nova Alvorada do Sul

Administração municipal e COOPERNAS, realizará durante todo este mês de dezembro, a campanha da coleta seletiva no município de Nova Alvorada do Sul.

Na última segunda-feira (02), foi a vez das escolas municipais, receberem a equipe da Secretaria Municipal de Meio Ambiente, integrantes da Cooperativa COOPERNAS e o Juiz de Direito, Jessé Cruciol Junior, que abordaram temas relacionados a importância da coleta seletiva no município.

A campanha será realizada, através da parceria da cooperativa COOPERNAS, com o Executivo, Legislativo e Judiciário, através de diversas ações, entre elas serão realizadas palestras em todas as escolas do município.

A importância da Coleta Seletiva

A coleta seletiva é uma das etapas mais importantes da reciclagem, pois é na seleção dos materiais que se inicia todo o trabalho. Trata-se de um sistema de recolhimento de materiais recicláveis descartados por pessoas ou empresas, separados em papéis, plásticos, vidros, metais e orgânicos.

A coleta seletiva funciona também como um processo de educação ambiental, na medida em que sensibiliza a comunidade sobre o problema do desperdício de recursos naturais e da poluição causada pelo lixo.

É importante mencionar, também, que há regras específicas para a coleta de pilhas, baterias e lixo hospitalar. As pilhas e baterias devem ser descartadas em local adequado para que não causem contaminação do solo. Geralmente, lojas de equipamentos eletrônicos e vendas de celulares, realizam este tipo de coleta.

Já os lixos hospitalares, também merecem tratamento especial, uma vez que se trata de material altamente infectante. Neste caso, produtos como agulhas, seringas e demais materiais, são depositados em uma caixa própria, retirados semanalmente por equipes especializadas com procedimentos seguros e levados para locais especiais para incineração.

As principais modalidades de coleta seletiva são: Coleta domiciliar, Coleta em postos de entrega voluntária, Coleta em postos de trocas, Coletas por catadores.

Coleta domiciliar – É a coleta realizada pela própria população que, em muitos municípios, é realizada através de veículos coletores que percorrem as residências em dias e horários específicos e que não coincidem com a coleta normal de lixo;

Coleta em postos de entrega voluntária – Utiliza contêineres ou pequenos depósitos, colocados em pontos específicos no município, onde o cidadão, espontaneamente, deposita os recicláveis;

Coleta em postos de trocas – São postos que oferecem brindes e outros bens em troca do material reciclável;

Coletas por catadores – São coletas realizadas, em sua maioria, por moradores de rua, que, de maneira informal, realizam a coleta, principalmente de latinhas de alumínio, para venda em centrais de triagem.

Pax Primavera