Campanha tenta levar criança de Maracaju com câncer raro para tratamento nos EUA

Familiares e amigos de uma criança de cinco anos com um tipo raro de câncer realizam uma campanha pedindo doações para o menino, que é de Maracaju – cidade localizada a 160 km de Campo Grande – e faz tratamento no Hospital de Câncer de Barretos (SP). Porém, ele precisa de um novo tratamento, em Boston (EUA).

O menino, João Neto, foi diagnosticado com o câncer TCG (Tumor Coccigeno Germinativo) e conforme os organizadores da campanha, precisa de US$ 200 mil para ir aos Estados Unidos passar por sessões de rádio, somando apenas as despesas do tratamento em si – hospedagem, alimentação e transporte não foram contabilizados.

Boston é o único local do mundo onde há o aparelho que realizar o tratamento com aplicação de prótons. João foi operado com três meses de idade, apresentando biópsia negativa, mas com quatro anos a doença voltou, com metástase.

“Nós temos o costume apenas de olhar para trás e para frente, e nos esquecemos de olhar para o lado, onde é que pode ter alguém precisando de ajuda. A maior lição disso tudo é saber que não precisamos de muito para ajudar as pessoas”, comenta o empresário Osmar Netto, um dos colaboradores, que completa a frase.

“Assim como para o tratamento e cura do João Neto, podemos fazer isso pelo próximo todo dia. Acredito que tudo o que está acontecendo vai mudar a maneira de enxergar de muitas pessoas, que sejamos mais humildes e receptivos ao irmão”, finaliza.

A campanha teve início nas redes sociais, no dia 17 do mês passado, vem ganhando rapidamente o apoio de várias pessoas em Maracaju. Paralelamente à internet, são realizadas ações de todos os tipos, desde rifas, leilões, doações, até blitz nas ruas para que o valor necessário seja arrecadado o mais breve possível.

Quem quiser colaborar com o tratamento especial de João Neto, divulgando-a, a página no Facebook é a “Todos Pelo João Neto“. Doações podem ser feitas pelo Banco do Brasil (agência 6621-4, conta corrente 12179-7, em nome de João Alberto Gomes e Silva) e Caixa Econômica (ag. 2228, Operação 013, c.c. 34628-1, em nome de Analice Feline Franco).

Fonte: Campo Grande News

ALEMS:UNIÃO DE ESFORÇOS