Coronavírus: hospital de campanha será utilizado quando leitos do HRMS estiverem 70% ocupados

Foto: Chico Ribeiro

Montado em Campo Grande para atender casos de Covid-19, doença causada pelo novo coronavírus, o hospital de campanha do Governo do Estado será utilizado após a ocupação de 70% dos leitos do Hospital Regional de Mato Grosso do Sul (HRMS). Enquanto isso, a estrutura com 140 leitos clínicos de oxigenoterapia segue preparada.

Diretora de Enfermagem do HRMS e coordenadora do Comitê de Crise criado para tratar de estratégias de combate ao coronavírus, Ana Paula Borges explicou nesta quarta-feira (6) como funciona o trabalho na instituição “pensando na qualidade do serviço ofertado à população”. “Nos reunimos duas vezes ao dia”, disse ela em live nas redes sociais do Governo do Estado.

O vídeo completo da live de hoje, com informações sobre o hospital de campanha, pode ser conferido no Facebook do Governo do Estado: facebook.com/GovernodeMatoGrossodoSul.

Até esta quarta-feira, Mato Grosso do Sul registrou 288 casos de Covid-19, divididos em 24 cidades. 10 desses casos evoluíram para óbito. 

Live

Diante da pandemia do novo coronavírus e da frequente necessidade de utilizar a informação como ferramenta de saúde, o Governo do Estado adotou o formato de entrevistas coletivas online transmitidas pelas redes sociais para informar jornalistas e sociedade sobre a situação da doença no Estado, evitando assim a propagação de fake news.

Bruno Chaves, Subsecretaria de Comunicação (Subcom)

gov ms