Depois da carne, preço do pão é que pode subir, alerta ministra Tereza Cristina

Preocupação é fruto de medidas econômicas do novo governo do país vizinho

Medidas econômicas tomadas pelo novo governo argentino podem causar alta no preço do pão, alertou a ministra da Agricultura, Tereza Cristina, nesta terça-feira (17). Estima-se que 80% do trigo consumido pelo Brasil venha do país vizinho.

Conforme a Isto É, o governo d Alberto Fernández sobretaxou as exportações do produto na Argentina. Ele pretende equilibrar os preços dos produtos no mercado interno e também aumentar a arrecadação de tributos para o país, que vive uma profunda crise econômica.

O Brasil, segundo a ministra, consome seis milhões de toneladas do trigo argentino. ”Espero que o pão não suba de preço”, declarou Tereza. O preço da carne se estabilizou depois de ter alta de até 30% no mercado brasileiro. O motivo também foi externo, já que a China aumentou a compra de carne bovina, em razão de doenças no rebanho suíno do país.

Fonte:Topmidianews

http://assomasul.org.br/