Em entrevista à Jovem Pan, governador defende inclusão de estados e municípios na Reforma da Previdência

Foto: Divulgação

Campo Grande (MS) – Mais discussões sobre a inclusão de estados e municípios na Reforma da Previdência prometem marcar a semana política em Brasília (DF). Nesta segunda-feira (10), em entrevista à Rádio Jovem Pan, o governador Reinaldo Azambuja voltou a defender a aprovação de um texto comum para todo o Brasil.

“Na reforma tem que estar incluídos estados, municípios e o governo federal. É muito difícil tratar a questão previdenciária no País com cada ente legislando de uma forma (…) entendo a importância de ter uma reforma com uma lógica para todos os entes das federação”, afirmou o governador.

Amanhã, a pauta será destaque em mais uma edição do Fórum dos Governadores na Capital Federal. Reinaldo Azambuja confirmou participação na reunião e explicou que o trabalho será em torno do convencimento das bancadas federais na votação a favor do projeto.

“Precisamos trabalhar nossas bancadas. Já fizemos reuniões do Fórum nas quais todos os governadores se manifestaram favoráveis a inclusão de estados e municípios. Agora precisamos de votos, de cada governador fazer o trabalho com sua bancada para poder levar votos ao plenário”, destacou.

O governador adiantou que a bancada de Mato Grosso do Sul está alinhada no entendimento de que a reforma única é necessária para o País. “Aqui nós temos chances de ter nove voto favoráveis, entre senadores e deputados. Nós temos ampla maioria ao texto principal”, pontuou.

Deputado relator da reforma da Previdência na Câmara, Samuel Moreira, de São Paulo, divulgou que vai apresentar na quinta-feira (13) o relatório na Comissão Especial que analisa a proposta na Casa. “Samuel vai buscar consensualmente aquele texto que possa facilitar para que tenhamos os votos necessários”, avaliou Reinaldo Azambuja.

Outras pautas que vão entrar em discussão na quinta edição do Fórum dos Governadores são: Fundeb; Plano Mansueto; Securitização; Lei Kandir; Cessão Onerosa/Bônus de Assinatura; Medida Provisória 868/2018, que altera o marco legal do saneamento básico; e PEC 51/2019, que trata do Fundo de Participação dos Estados.

Bruno Chaves, Subsecretaria de Comunicação (Subcom)

Pax Primavera