Em Nova Alvorada do Sul, ONG recebe ajuda dos Bombeiros para socorrer cavalo abandonado em terreno baldio

A ONG Ato de amor animal recebeu na noite desta terça-feira (14) denuncia situação de maus tratos contra um cavalo abandonado em um terreno baldio aos fundos da sede da ONG em Nova Alvorada do Sul, próximo a fabrica Dallas, no bairro três Fonteiras.

Maus-tratos

O crime de maus-tratos consta no artigo 32, da Lei Federal nº. 9.605 de 1998 (Lei de Crimes Ambientais). A pena prevista é de detenção de 3 meses a 1 ano e multa.

“Sem água e debaixo de um sereno intenso e muito frio”, se indigna Gabriela Leal, uma das colaboradoras do projeto, ao ver e descobrir que se tratava de um animal que trabalhou por mais 20 anos para um dos maiores empregadores na atualidade no município e quando poderia estar descansando com dignidade, foi doado a uma pessoa que alem de coloca-lo em uma rotina intensa de trabalho, o abandonou a sorte.

Postagens no Facebook e no Instagram já foram feitas denunciando a situação, mas Gabriela Garcia estudante de veterinária e parceira da ONG, aponta que o caso não vai ficar só nas redes sociais: “Estou a caminho de formalizar nossa queixa, vou fazer um boletim de ocorrências e encaminhá-lo às autoridades competentes”.

Agradecimentos a parceiros que não mediram esforços diante de toda uma situação adversa, a equipe de bombeiros Militar de Nova Alvorada do Sul, desde o primeiro atendimento, ate colocar o animal debilitado em segurança em local apropriado que pudesse lhe proporcionar um melhor atendimento. Ao guincho chiara que fez todo o transporte e quando perguntamos qual o valor que deveríamos pagar, nos disseram que seria sua parcela de colaboração para instituição.

Pax Primavera