Estudo aponta que vacinação em massa em 13 cidades de MS reduziu internações e mortes por Covid

Pesquisa aponta eficácia da vacina Janssen em moradores de faixa de fronteira

Pesquisa sobre a eficácia da vacina Janssen, aplicada em massa em 13 municípios de Mato Grosso do Sul que fazem fronteira com outros países, aponta redução no número de internações e mortes por Covid-19.

O levantamento analisou estado de saúde de pessoas que tiveram sintomas da infecção, entre os dias 25 de junho e 30 de setembro, mostrou que houve:

  • Redução de 72,9% nas hospitalizações pela doença;
  • Redução de 92,5% em internações de UTI e
  • Redução de 90,5% nas mortes.

Responsável pelo estudo, o pesquisador Júlio Croda, resume: “Depois desses três meses e meio, nós conseguimos analisar 12 mil RTCPRs [ testes de Covid] e pudemos observar que a vacina da Janssen continua sendo efetivo para prevenir casos, hospitalizações e óbitos no contexto da variante Gama e da variante Delta”.

Conforme o estudo, a eficácia da vacina 28 dias após a aplicação é de 50%. Já dentro dos resultados clínicos, os resultados são ainda melhores.

Sem infectados

Em Corumbá, município na fronteira com a Bolívia, desde o dia 14 de outubro não há pessoas com Covid-19, seja em isolamento domiciliar, seja em hospitais. A última morte causada pela infecção foi em 2 de outubro.

Para a pesquisadora da Universidade Federal de Mato Grosso do Sul (UFMS), Elisa Pinheiro de Freitas, “esse cenário de estabilidade é reflexo da vacinação em massa e do grau elevado de cobertura vacinal no estado”.

Por: TV Morena

ALEMS:UNIÃO DE ESFORÇOS