EUA passam China e Itália e se tornam país com maior nº de casos

Wuhan, província de Hubei 3001 2020 Peng Zhiyong , chefe do departamento de medicina intensiva do Hospital Zhongnan, verifica o registro do diagnóstico de um paciente com seu colega na UTI (unidade de terapia intensiva) do Hospital Zhongnan da Universidade de Wuhan em Wuhan, província de Hubei, na China Central, foto Governo China

Os Estados Unidos se tornaram nesta 5ª feria (26.mar.2020) o país com o maior número de casos confirmados da covid-19. Os norte-americanos contabilizam 81.977 infectados, à frente da China, que tem 81.285 casos. Os dados são do site BNO News.

O país presidido por Donald Trump bateu o recorde de infecções em 1 só dia. De 4ª (25.mar) para 5ª (26.mar), os EUA registraram 13.630 novos casos do coronavírus. A marca negativa fez o país ultrapassar também a Itália, que contabiliza 80.539 casos. O país europeu deve passar a China em breve.

A disparada de casos em 24 horas tem duas explicações. Uma delas é que os Estados Unidos começaram a fazer testes em massa da doença. O governo norte-americano vinha sendo criticado por fazer a testagem de uma parcela pequena dos casos suspeitos.

Outro fator que contribui para a escalada do número de infectados é a quantidade de focos da pandemia no país. Na China, o surto se concentrou na província de Hubei. Na Itália, o epicentro foi no norte, na Lombardia. Já os EUA possuem mais de 1 foco.

A doença começou no Estado de Washington. Depois, a California virou o local mais afetado. Agora, Nova York já possui mais de 5% dos casos mundiais. A crise provocada pelo vírus está presente tanto na costa oeste quanto na costa leste. Esse espalhamento torna o controle da disseminação mais difícil.

Se os EUA alcançaram a indigesta liderança no ranking de casos, no número de mortes, o país não se encontra nem no top 5. Em 1 dia, a maior economia do mundo registrou 138 mortes e agora soma 1.175 vítimas fatais.

Seguem atrás da Itália (8.215), Espanha (4.154), China (3.287), Irã (2.234) e França (1.696).

Fonte: PODER360

http://assomasul.org.br/