Exemplo a ser seguido: Delegado que trabalhou em Nova Alvorada do Sul dá água e comida para jovem preso que estava há dias sem comer

Questionado sobre a motivação do ato, o delegado destacou que mesmo diante das circunstâncias, o usuário não é seu inimigo

Através das redes sociais, o delegado Christian Mollinedo, plantonista da Depac (Delegacia de Pronto Atendimento Comunitário) Piratininga, postou uma atitude que teve com um jovem, 25 anos, usuário de drogas, que comoveu os internautas.

Ele deu água e comida para um preso em flagrante por policiais do GOI (Grupo de Operações e Investigações), na Vila Nhanhá, em Campo Grande.

“Ele foi interrogado algumas horas depois do almoço. Como estava esperando algum tempo e estava muito magro, com cara abatida, perguntei se queria algo antes de ser ouvido”, comentou. 

O delegado destacou que acha muito triste quando vê jovens envolvidos com drogas. “É uma questão de saúde pública, que afeta a segurança pública e outros setores da sociedade. Se tornam pessoas abandonadas, acho muito triste”, argumentou , justificando a sua atitude.

Após ser alimentado, o preso, que era evadido do sistema prisional, agradeceu. Questionado sobre a motivação do ato, o delegado ressaltou que, mesmo diante das circunstâncias, o jovem não é seu inimigo.

“Ele não é  meu inimigo. É alguém precisa de apoio religioso, material, emocional. Acho que na rua ninguém o enxerga”, pontuou.

Os amigos do delegado expressaram alegria na postagem ao ver a atitude e fizeram elogios, como: ‘Agradeça a Deus pela sua formação cristã que te fez um homem de caráter e respeitoso, em qualquer situação’. Outro ressaltou que a atitude é linda, ainda mais vinda de um delegado.

Fonte;TopMidia

Pax Primavera