Felipe defende reestruturação de delegacias para coibir violência contra mulher

No combate aos números assustadores de violência contra mulher, o deputado estadual Felipe Orro indicou na manhã desta quarta-feira (13), a reestruturação das Delegacias de Atendimento à Mulher por meio de convênio entre o Ministério da Justiça e Governo do Estado.

Sabendo que Mato Grosso do Sul está entre os seis estados brasileiros com maior taxa de feminicídio no País e líder em números de processos por violência doméstica, Felipe reforça a necessidade em garantir melhores condições de trabalho dentro das delegacias especializadas em combater a violência contra mulher.

“É fato que a violência doméstica e os assassinatos de mulheres em nosso Estado não se tratam de problemas isolados, são sintomáticos. Demonstram um padrão de violência de gênero que deve ser combatido incessantemente com esforços cada vez maiores nas políticas públicas de atendimento às mulheres”, reforça o deputado.

Em 2019, dados da Secretaria de Estado de Justiça e Segurança Pública demonstram que nos três primeiros dias do ano, foram registrados 120 casos de violência doméstica no Estado. Sendo que, nove mulheres foram assassinadas, em todos os casos, por seus companheiros ou ex-companheiros.

O pedido de reestruturação das Delegacias de Atendimento à Mulher foi encaminhado ao governador, Reinaldo Azambuja, com cópia ao secretário de Justiça e Segurança Pública, Antônio Carlos Videira.

Outra Indicação

Em outra indicação, o deputado também pede ao governador com cópia ao secretário de Infraestrutura e vice-governador, Murilo Zauith, o patrolamento e cascalhamento da MS-244, no trecho que interliga os municípios de Rochedo e Jaraguari. A solicitação dos serviços é do vereador de Rochedo, Osvaldo de Figueiredo Mariano.

Na mesma sessão, Felipe congratula Mirian Sirlei da Veiga, através de moção ao Jornal Maracaju Hoje, pelo 21º aniversário de circulação do periódico, comemorado no último dia 28 de fevereiro.

Pax Primavera