Festival de Pesca de Corumbá bate recorde e movimenta a economia dos pequenos

Prova infantil, neste domingo (22), encerrou evento realizado pela prefeitura com apoio do Governo do Estado

Depois de nove anos, o Festival Internacional de Pesca Esportiva de Corumbá voltou com toda força, batendo recordes de equipes (256) e de tempo de prova (sete horas) e garantindo uma renda extra aos pequenos comerciantes da cidade com a praça de alimentação no circuito montado para o evento no Porto-Geral. O prefeito Marcelo Iunes estima que, além de aquecer a economia da cadeia do turismo, foram gerados mais de 250 empregos em três dias.

O festival, encerrado neste domingo com a prova infantil com a participação de mil crianças, foi organizado pela prefeitura e contou com o apoio financeiro (R$ 225 mil) do Governo do Estado, do comércio local e dos empresários de turismo. A premiação, que somou R$ 200 mil e incluiu carro, moto, equipamentos náuticos, bicicletas, celulares, tablets, videogame eTVs, distribuída aos participantes por meio de sorteios, foi doada pelos comerciantes.

Crianças na água, sob a vigilância do Corpo de Bombeiros e Polícia Militar Ambiental, além da presença dos monitores

“Nosso festival voltou com sucesso total, com quase o dobro da meta de participantes, e tivemos a adesão total dos empresários de Corumbá, sem falar do apoio do governador Reinaldo Azambuja e do ex-secretário Eduardo Riedel, grandes parceiros, nos garantindo a estrutura, a divulgação e o show nacional”, disse o prefeito Marcelo Iunes. “O apoio das empresas nos permitiu oferecer uma excelente premiação, a melhor de todos os festivais.”

2023 será ainda maior

O festival foi iniciado na sexta-feira (20) com abertura oficial e shows no palco montado no Porto-Geral, onde a prefeitura criou um circuito gastronômico, com 50 barracas de comidas típicas e bebidas, e abriu espaço para os estandes das empresas parceiras apresentarem seus produtos. No sábado, o show da dupla Munhoz e Mariano, depois da premiação da prova dos adultos, atraiu mais de 15 mil pessoas à orla, que contou com forte aparato de segurança.

“O festival infantil fechou com brilhantismo o evento”, comemorou o prefeito corumbaense, destacando a prova realizada neste domingo, das 8h às 13h, em frente a prainha. A organização dividiu os mil participantes em oito baterias, cada uma com 125 inscritos, e criou um grupo de monitores para orientar as crianças sobre técnicas de pesca e segurança. Além de registrar os peixes fisgados, os monitores trocavam as iscas nos anzóis em varas de bambu.

A prova teve três ganhadores, cada um fisgando um exemplar nas águas do Rio Paraguai: Giovanne Gregório da Silva Soares, 16 anos; Kemilly Emanuelly Ferreira Pinto, 16: e Mayk da Costa Hermosilha, 15. O encerramento do festival ocorreu no Porto Geral com roda de samba e bom público. “Vamos realizar um festival ainda maior em 2023”, prometeu o prefeito Marcelo Iunes, confirmando a data de 4 a 6 de fevereiro do megaevento do próximo ano.

Apesar da água fria, crianças e jovens entraram no Rio Paraguai em busca do peixe: dourado era a preferência da maioria

O Festival Internacional de Pesca Esportiva de Corumbá contou ainda com o apoio da Marinha, Corpo de Bombeiros, Polícia Militar Ambiental (Pma), Polícia Militar e Guarda Municipal.

Subsecretaria de Comunicação (Subcom)

Assomasul Corredor Bioceanico