Ford anuncia fim da produção de veículos no Brasil: ‘pandemia piorou crise’

Montadora diz que 5 mil funcionários na América Latina serão afetados pelas mudanças

A Ford anunciou, nesta segunda-feira (11), que vai encerrar a produção de veículos no Brasil. A medida atinge a unidade em Taubaté (SP), que produz motores, em Camaçari, na Bahia, que fabrica o EcoSport e Ka e Horizonte, no Ceará, onde os jipes Troller são montados. 

A Ford foi a primeira montadora de veículos a chegar ao Brasil, em 1919, no bairro do Bom Retiro, em São Paulo. 

Crise

Segundo a CNN Brasil, a Ford informou que que a pandemia da covid-19 piorou o cenário, que já vinha ruim em razão da queda nas vendas ‘’que resultaram em anos de perdas significativas’’. 

“Com mais de um século na América do Sul e no Brasil, sabemos que essas são ações difíceis, mas necessárias para criar um negócio saudável e sustentável”, disse Jim Farley, CEO e presidente da Ford.

Ainda segundo apurado junto à Ford, cerca de 5 mil funcionários serão afetados pelas medidas na América Latina. 

O que fica

Segundo a montadora, o Centro de Desenvolvimento de Produtos, na Bahia, o Campo de Testes, em Tatuí (SP) e a sede administrativa na capital paulista vão continuar atuando. 

Uruguai e Argentina 

A produção de veículos será encerrada imediatamente nas cidades baiana e paulista, ficando apenas a produção de peças para garantir disponibilidade nos estoques. A fábrica da Troller, em Horizonte, continuará operando até o quarto trimestre de 2021. As vendas do EcoSport e do Ka serão encerradas assim que terminarem os estoques. 

A montadora diz que seguirá importando no Brasil utilitários esportivos, picapes, como a Ranger, e veículos comerciais de fábricas da Argentina, Uruguai e outras origens, mantendo “assistência total” ao consumidor brasileiro com operações de vendas, serviços, peças de reposição e garantia. 

Fonte:Topmidia

nota premiada