Governo investe R$ 20 milhões na construção de Centro de Pesquisas da Fiocruz

Governador Reinaldo Azambuja, à direita, recebeu cientistas e representantes da Saúde em MS (Foto: Chico Ribeiro/Segov)

Terreno doado em 2017 está localizado no Jardim Parti, na Capital. Projeto conta com prédio de cinco andares

Campo Grande contará com um Centro de Pesquisas Clínicas da Fiocruz (Fundação Oswaldo Cruz). A construção do prédio de cinco andares, estimada em R$ 20 milhões, foi compromisso firmado pelo governador Reinaldo Azambuja (PSDB) com os pesquisadores Julio Croda e Rivaldo Venâncio.

A Prefeitura da Capital doou em 2017 um terreno de 38 mil metros quadrados localizado no Jardim Parati, na região sul.

Condições epidemiológicas, localização geográfica e o trabalho de cientistas locais reconhecidos nacionalmente pesaram na escolha por Mato Grosso do Sul.

“Assumimos o compromisso de, em um trabalho conjunto com a Fiocruz, buscar a bancada federal e conversar com o relator-geral do Orçamento da União, Marcio Bittar, além de disponibilizar recursos do Estado de Mato Grosso do Sul porque entendemos que é muito importante a construção desse Centro de Pesquisas Clínicas. Não é só um prédio, tem todas as pesquisas envolvidas. A Fundação Oswaldo Cruz tem feito um excelente trabalho, inclusive em busca de soluções para a pandemia”, afirmou o governador.

O pesquisador Rivaldo Venâncio afirma que no local poderão testadas novas vacinas. “Não somente covid-19, novos kits para diagnósticos de várias doenças e todas as pesquisas necessárias para o desenvolvimento e incorporação de novas tecnologias”, diz.

Julio Croda afirma que o Centro de Pesquisas poderá atrair indústrias farmacêuticas e de maneira direta ajudará a movimentar a economia do Estado. “O Centro vai gerar produtos que vão retornar para a sociedade”, diz.

Fonte:Campo Grande News

nota premiada