Identificado um dos autores ao roubo de veículo e sessão de tortura ao professor Luciano Soares

Em seu depoimento o professor Luciano Soares relatou que deu carona a L. M, que é seu conhecido, e ao parar em frente ao destino do carona, uma motocicleta parou em frente ao veículo, momento em que o suspeito anunciou que o carro seria levado e ordenou que o motorista descesse.

imagem do carro que foi objeto de roubo

Luciano nao acreditando no que estava acontecendo, achou que se tratava de uma brincadeira por parte do rapaz, e disse para eles pararem. Ele conta que ao se negar a descer do veículo, o condutor da motocicleta se aproximou e o acertou com uma coronhada na cabeça. Ele conta ainda que em seguida, os autores passaram a agredi-lo com socos e chutes.

“Conheço o carona, o motociclista não conheço. Foi tudo planejado, tinham até uma corda para me amarrar. Eles gritavam: perdeu, vai morrer, e apontavam a arma na minha cabeça”.

Luciano foi transferido para Campo Grande na manhã de sábado por volta das 8 horas, onde passará por exames com um neurologista para avaliar os ferimentos na cabeça. O caso foi registrado na delegacia de Nova Alvorada do Sul como roubo.

Pax Primavera