Internado há 64 dias, paciente se emociona ao ter desejo de ver o sol atendido

A surpresa fez parte da ação “Dia do Desejo” do Hospital Unimed CG

“Parece que eu estou no céu”. Essas foram as primeiras palavras do aposentado Valentino Vacchiano após ser surpreendido pela equipe do Hospital Unimed Campo Grande e por seus familiares numa tarde de sexta-feira.

Foi durante uma conversa informal com a equipe médica do hospital que o aposentado de 80 anos deixou escapar sua vontade de ver o sol. Um desejo simples, mas que para ele fez toda a diferença, depois de 64 dias internado por causa de um problema de saúde.

“Essa atitude da Unimed anima demais o doente que está aqui internado e todo mundo que está aqui também, até mesmo os funcionários. Tenho 80 anos e essa é a primeira vez que fui surpreendido com uma coisa dessas. Tô (sic) me sentindo renovado”, falou seu Valentino, emocionado, rodeado por parte dos filhos, netos, noras e colaboradores do hospital.

Além de ter o desejo atendido, a equipe do hospital descobriu com os filhos do paciente que ele é um grande admirador da música sertaneja, e para deixar sua tarde ainda mais especial, um músico tocou e cantou as canções prediletas do beneficiário enquanto ele apreciava os raios solares.

Um dos sete filhos do aposentado, o promotor de justiça Marcelo Vacchiano, elogiou a atitude da cooperativa e falou da importância do gesto.

“Nesse momento de muita dor e sofrimento que ele passou é muito importante para todos nós receber um gesto de carinho e acolhimento como esse. Isso aqui fez com que os 64 dias de internação do meu pai não fossem tão ruins assim. Uma atitude muito legal da Unimed”, pontuou.

A ideia do Dia do Desejo, segundo a enfermeira do Hospital Unimed CG, Priscila Assis Vidal, é presentear os pacientes internados na Unidade Coronariana, Unidade de Terapia Intensiva ou na Clínica Médica com desejos especiais, desde que não interfiram nas recomendações médicas.

“Poder realizar o desejo do paciente é uma maneira de aliviar a angústia da pessoa que está hospitalizada, longe de casa e da família. O objetivo é proporcionar um pouco de alívio e alegria não só para o paciente, mas para o acompanhante e para os familiares também. Hoje posso dizer que meu sentimento é de dever cumprido, porque sei que isso vai contribuir muito com a recuperação do seu Valentino”.

Clique aqui e veja como foi esse dia especial!

Fonte: Comunicação Unimed Campo Grande

Pax Primavera