Morre 2º pessoa transferida de MS por falta de UTI

Segunda morte foi confirmada hoje, pelo secretário de saúde do Estado, Geraldo Resende, vítima estava em SP

Morreu mais um paciente que foi transferido de Mato Grosso do Sul por conta da falta de vagas em UTI no Estado. Esta é a segunda morte desde ontem. A informação foi confirmada pelo secretário estadual de Saúde, Geraldo Resende.

O paciente é Antônio de Souza Ferreira, o Toninho do Pesqueiro Sebastião, morador de Maracaju, de 53 anos. Ele estava internado no Hospital Geral Vila Penteado, depois de ser transferido junto com outros quatro pacientes no domingo (6).

A primeira morte foi da paciente Nice Menani, que vivia em Dourados e foi levada para Rondônia. O estado ainda está organizando os trâmites para o translado do corpo da mulher de 52 anos e agora começa a providenciar também o transporte da vítima de Maracaju.

Até o momento foram 16 pacientes transferidos para outros estados. A última viagem de transporte foi nessa segunda-feira (7), quando mais duas pessoas foram levadas para o Estado de São Paulo. Outras 3 também deveriam embarcar, mas não tiveram condições clínicas de viajar.

Para o Estado de Rondônia foram levados nove pacientes, sete deles saíram de Dourados, um de Bonito e outro de Itaquiraí. No domingo, dos cinco pacientes transferidos para São Paulo, dois eram de Campo Grande e três de Maracaju. E ontem, foram mais duas pessoas que estavam internadas em São Gabriel do Oeste, levadas também para São Paulo.

*Matéria editada às 12h07 para acréscimo de informação.

Fonte:Campo grande News

gov ms