Nova Alvorada do Sul recebe Unidade Móvel da Energisa com cadastro de Tarifa Social e cinema

Veículo ficará na cidade de hoje (10) até quinta-feira (12), sendo um local por dia

A Unidade Móvel Educacional Nossa Energia, da Energisa, está essa semana na cidade de Nova Alvorada do Sul. Além das atividades normais da unidade, com as ações de eficiência energética, está sendo realizado o cadastro de Tarifa Social e cinema.

Confira a programação da unidade:

10 de maio
Local: Escola Municipal Leonor de Souza Araújo, localizada na Av. Jofre de Araújo ,111, Vila Maria de Lourdes.
Horário: 08h às 11h e 13h às 17h
Atividades:
. Palestras na Unidade Móvel Educacional, com distribuição de gibi para o público infantil e para os adultos, folders abordando dicas de conservação de energia e segurança nas instalações. Além de experimentos físicos e noções básicas sobre energia elétrica;
. Cadastro de clientes na Tarifa Social de Energia Elétrica;
. Substituição de lâmpadas incandescentes e/ou fluorescentes compactas por lâmpadas LED.

11 de maio
Local: Escola Municipal Professora Leia de Sousa Silva, Localizada na Rua Prolongamento, sem número, saída da cidade.
Horário: 08h às 11h e 13h às 17h
Atividades:
. Palestras na Unidade Móvel Educacional, com distribuição de gibi para o público infantil e para os adultos, folders abordando dicas de conservação de energia e segurança nas instalações. Além de experimentos físicos e noções básicas sobre energia elétrica;
. Cadastro de clientes na Tarifa Social de Energia Elétrica;
. Substituição de lâmpadas incandescentes e/ou fluorescentes compactas por lâmpadas LED.

12 de maio
Local: Concha Acústica – Ponto de Cultura – Parque Nelson Tereré, localizada na Av. Irineu de Souza Araújo, 956, Centro.
Horário: 17h às 21h
Atividade
. Cinema.

Tarifa Social
O cadastro de Tarifa Social é importante para a adesão ao programa “Energia Social: Conta de Luz Zero”, do Governo do Estado, que liquida (paga) as contas de famílias sul-mato-grossenses que vivem em situação de vulnerabilidade social, e que utilizam até 220 kWh por mês. Nessa faixa de consumo, a conta de energia gira em torno de R$118.

Para serem beneficiadas pelo programa Conta de Luz Zero, as famílias devem ter inscrição ativa no CadÚnico e serem beneficiárias da Tarifa Social, do Governo Federal. Caso a família tenha em casa pessoa com doença que exija tratamento com aparelho que demanda energia elétrica, o teto de consumo sobe para 530 kWh. Os Itens inclusos no pagamento pela Lei 5.808 de 16/12/21 são: o faturamento do consumo de energia elétrica, respectivos encargos, tributos federais e contribuição para manutenção da iluminação pública.

Atualmente, a Energisa em Mato Grosso do Sul tem mais de 209 mil clientes cadastrados na Tarifa Social. Pela regulamentação do benefício, clientes que consomem até 30 kWh/mês têm 65% de desconto. Acima de 30kWh/mês até 100 kWh/mês tem 40% de desconto. Aqueles que consomem acima de 100 kWh/mês de consumo até 220 kWh/mês de consumo têm 10% de desconto.

Têm direito ao benefício famílias inscritas em qualquer programa social do Governo Federal com renda familiar, por pessoa, de até R$ 606. Se encaixa nesse critério, por exemplo, uma família formada por um casal e dois filhos, em que o pai e a mãe ganham um salário-mínimo cada. Se o cliente não for cadastrado no programa social, ele deve procurar a prefeitura da sua cidade. Também têm direito as famílias com integrante que receba o Benefício de Prestação Continuada.

“A Tarifa Social é um direito do consumidor e é muito importante para os clientes, pois independente do programa estadual, pode dar até 65% de desconto na tarifa da conta de luz, dependendo da faixa de consumo. A Energisa tem se empenhado para alcançar o maior número de clientes que tenham direito ao benefício e por isso mesmo, implantou em 2019 a inscrição automática”, conta o coordenador comercial da Energisa em Mato Grosso do Sul, Jonas Ortiz

No entanto, clientes que não estejam cadastrados em programas sociais do Governo ou no CadÚnico e atendam aos requisitos para a Tarifa Social, devem procurar os CRAS para fazer o cadastro. É fundamental ter o Número de Identificação Social (NIS).

As concessionárias fazem o cruzamento dos dados enviados pelo Ministério com o banco de dados de clientes, identificando assim aqueles que atendem aos requisitos e têm direito ao benefício para fazer o cadastro automaticamente.

O CadÚnico e o NIS têm que ser renovados a cada dois anos ou perdem a validade. Importante: apesar da inscrição automática passar a ser obrigatória, se o cliente desejar, ele pode solicitar pessoalmente o benefício em uma agência de atendimento.

A Unidade
A Unidade Móvel Educacional faz parte do projeto “Nossa Energia” que integra o Programa de Eficiência Energética (PEE), regulado pela Agência Nacional de Energia Elétrica (ANEEL).

As ações de eficiência energética envolvem palestras no veículo da concessionária, distribuição de gibi para o público infantil e adultos, folders abordando dicas de conservação de energia e segurança nas instalações, além de experimentos físicos e noções básicas sobre energia elétrica.

“Precisamos reforçar a contribuição do consumo consciente de energia na redução da conta de luz. Tanto o excesso de aparelhos ligados no período de altas temperaturas, quanto o uso indiscriminado no inverno, impactam diretamente no orçamento familiar. Intensificamos os esclarecimentos para que essas informações sejam com o máximo de pessoas”, explica Emerson Rivelino, engenheiro de Eficiência Energética da Energisa.

CAMPANHA SANESUL