Operação policial em Nova Alvorada do Sul leva 4 pessoas para cadeia, apreende drogas e armas de fogo


Três homens e uma mulher foram presos na cidade de Nova Alvorada do Sul durante operação que teve inicio no final da noite desta segunda-feira (21), teve seqüência na madrugada e durante o dia de hoje (22).

De acordo com boletim de ocorrência, por volta das 23h50 de ontem (21), uma equipe da Polícia Militar estava em rondas quando avistou o suspeito, Rogério dos Santos de 40 anos saindo de um bar, local indicado em denuncias anônimas de que o autor efetuava a comercialização de entorpecentes, bem como já era de conhecimento da guarnição que o homem também estava cumprindo pena em regime semiaberto pelo crime de trafico de drogas, já tendo sido preso em Nova Alvorada do Sul e na cidade de Ivinhema, portanto não deveria estar no horário fora de sua residência nem tão pouco em bar. O suspeito apresentava sinais visíveis de embriagues e ao receber ordem para ficar em posição segura para que a guarnição realizasse abordagem, o homem desobedeceu vindo a correr até o portão de sua casa, onde foi alcançado pelos policiais, vindo a resistir à abordagem. Por conta da resistência, foi necessário o uso de técnicas de imobilização. A resistência do suspeito causou pequenas escoriações na mão direita de um cabo da PM que participava da ocorrência.

Após a prisão de Rogério, uma mulher identificada sua esposa que também estava na casa franqueou a entrada dos policiais no local. Durante as buscas pessoais no homem foi encontrada uma nota de 20 reais em dinheiro, já no guarda roupas dele, foi encontrado uma carteira de bolso contendo 70 reais em notas de dez, 15 reais em nota de cinco, 200 reais em notas de cinqüenta, e 460 reais em notas de vinte, portanto, a maior parte em dinheiro fracionado, também haviam cinco comprovantes de depósitos bancários todos do banco Caixa Econômica Federal com valores entre trezentos e dois mil reais. Em um dos cômodos da residência, onde a esposa do suspeito afirmou ficar as coisas do seu cunhado, foi encontrado uma faca com sinais de que foi usada para separar pasta base de cocaína para embalagem e conseqüente comercialização e plásticos recortados em formato arredondado sendo que dariam para embalar pelo menos cinco trouxinhas de pasta base, no mesmo quarto também havia uma embalagem plástica (tipo tubo de remédio) contendo dois invólucros, um de substancia análoga a pasta base de cocaína pesando aproximadamente quatro gramas e outro de substancia análoga a cocaína pesando em torno de 2 gramas.

EXPERIÊNCIA NO TRÁFICO DE DROGAS

Na ocorrência os policiais destacam a vasta experiência de Rogério no tráfico de drogas, pois afirmou que não esconde muita droga em casa e sim no mato, que da ultima vez que foi preso só pegaram bastante porque ele tinha acabado de chegar e não tinha dado tempo de esconder.

MACONHA NO LEÃO DE PELÚCIA

De acordo com a Polícia pasta base apreendida seria suficiente para embalar de dose a dezesseis trouxinhas de entorpecente, já a cocaína seria suficiente para embalar de seis a oito trouxinhas. No quarto do cunhado do autor que não se encontrava no local foram encontradas duas porções de substancia análogas a maconha pesando cerca de cinco gramas, dentro de um leão de pelúcia.

Diante dos fatos, o homem foi encaminhado a delegacia de Polícia Civil para demais providencia.

AÇÃO CONJUNTA E PISTOLA .40

Em prosseguimento a essa prisão, na madrugada desta terça-feira (22) deram-se início diversas diligências para encontrar outros locais de guarda e depósito de drogas e armas de fogo. Diante disso, policias civis do SIG (Setor de Investigações Gerais) da delegacia de Nova Alvorada do Sul agindo em conjunto com policiais do SIG de Rio Brilhante, apuraram que Rogério teria recentemente guardado uma arma de fogo no sítio de seu pai, localizado no Assentamento Bebedouro. No local, foi encontrada dentro de uma maleta, uma pistola calibre .40mm, de propriedade da Secretaria de Justiça e Segurança Pública do Estado de Mato Grosso do Sul (SEJUSP), junto de diversas munições de diferentes calibres. Diante da situação, Rogério indicou outros locais em que guardaria drogas e armas de fogo na cidade. Dentre os locais indicou que usaria uma casa localizada na Rua Coronel Confucio Pomplona, para pesar e dividir as drogas. No local, foi encontrado o morador de 32 anos,que franqueou a entrada em sua residência e permitiu que os policiais realizassem a vistoria. No quarto dele foi encontrada uma munição calibre 22, sem marca ou procedência aparente. Perguntado a respeito de seu envolvimento com Rogério o morador confessou que cedia o espaço para que ele realizasse a pesagem e preparo das substâncias antes da venda, recebendo 200 reais por isso e que já auxiliava o suspeito no tráfico de drogas há pelo menos 3 ou 4 meses. Rogério  também indicou onde guardava outras porções das substâncias ilícitas, no endereço Rua Ayde de Souza Araujo, foi encontrada uma mulher de 18 anos. Dentro da residência dela foi localizada outra porção de substância análoga à cocaína e outra, à pasta-base. A mulher ainda indicou que Rogério teria entregado uma arma de fogo a um homem de 37 anos o qual trabalhava em uma veterinária, tratando-se de revolver calibre 38, desmuniciado e com numeração aparentemente íntegra. A arma foi localizada em uma mochila, junto de três munições do mesmo calibre e uma balança de precisão.

A mulher confessou que tomava conta da casa, a mando do traficante e que recebia um salário de aproximadamente R$800,00 (oitocentos reais). Escondida em uma mata nos fundos da casa, foi localizada uma porção de substância análoga à maconha e outra de substância análoga à cocaína.

CALIBRE 12

Por fim, quando questionado sobre a localização de uma arma calibre 12, que seria de sua propriedade, o traficante confirmou que teria a guardado em outro local, em um sítio próximo a uma Fazenda, tendo levado os policiais ao local, onde foi encontrada a arma, com a numeração raspada, bem como uma munição intacta de mesmo calibre.

Todos foram autuados em flagrante por posse e porte ilegal de arma de fogo de uso permitido e restrito, trafico de drogas a associação para o tráfico.

Até o momento de acordo com o site Alvorada Informa, o homem de 37 anos com com o revolver calibre 38 pagou fiança de R$ 2.000.00 (dois mil reais) e foi lebrado par responder em liberdade por porte ilegal de arma de fogo de uso permitido, os demais estão recolhidos na cadeia publica de Nova Alvorada do Sul passarão por audiência de custodia nesta quarta-feira.

TEXTO: Olimar Gamarra/Rio Brilhante Tempo Real

Pax Primavera