Dupla com carro de pai e filho sequestrado é presa

Fonte;PRF

 Polícia Rodoviária Federal deteve dois bandidos com o Fiat Toro preto roubado do empresário de 60 anos, sequestrado com o filho, de 7, na madrugada desta sexta-feira (2), em Campo Grande. A dupla foi localizada na BR-262, em Corumbá.

Segundo informações preliminares, o flagrante ocorreu durante uma barreira montada pela PRF na via. A identificação dos dois ainda não foi divulgada, já que a Polícia Civil está em campo apurando detalhes sobre o sequestro.

Aline Sinott, delegada titular da Defurv, disse que o sequestro de pai e filho pode ser um represália por parte de uma quadrilha ser presa, em Campo Grande, especializada neste tipo de crime.

O CASO

Um empresário de 60 anos e seu filho, de 7, foram sequestrados por bandidos armados na madrugada desta sexta-feira (2), no estacionamento de uma farmácia no bairro Chácara Cachoeira, região leste da Capital. A família ficou em cárcere por toda a madrugada e só foi libertada nesta manhã.

Segundo a polícia, o caso aconteceu por volta das 0h. O empresário parou no comércio, fez sua compra e, quando voltava para seu veículo, um Fiat Toro, foi abordado por um bandido armado, que entrou no carro.

Pelas imagens das câmeras de segurança, é possível visualizar que um segundo carro com pelo menos dois comparsas fazia a ‘guarda’ do bandido. Ambos fogem juntos.

O crime foi descoberto pela companheira do empresário, que estranhou a demora dele em voltar para casa e decidiu ir procurá-lo. Ao chegar na farmácia, encontrou uma viatura da Polícia Militar, acionada por funcionários do estabelecimento que presenciaram o crime.

As vítimas só foram localizadas por volta das 6h30, a quase 12 quilômetros de distância, no bairro do Buriti, região sul da Capital. Estavam a pé e ligaram para a PM de um orelhão, segundo os policiais.

Os bandidos fugiram levando o carro da vítima e seguiam sendo procurados até a publicação desta reportagem. O caso foi registrado na Delegacia Especializada de Furtos e Roubos de Veículos, onde pai e filho são esperados.

É o segundo caso desse tipo que acontece em Campo Grande nesta semana.

Antes, a Defurv anunciara que desmantelou toda a quadrilha responsável pelo roubo e tentativa de sequestro de uma advogada de 30 anos que aconteceu na madrugada desta quinta-feira (31/7), na porta de um restaurante da região central da Capital.

Durante a ação, que se estendeu até o Indubrasil, a mais de 15 quilômetros de distância, dois acusados morreram em confronto com policiais do Batalhão de Choque (tropa de elite da PM). Outros dois foram presos com o Toyota RAV4 branco da advogada, carro de luxo cujo valor pode chegar a R$ 150 mil, na esquina das avenidas Duque de Caxias com Brasil Central, no bairro Santo Antônio, na região norte. Alegaram que levariam o carro até a Bolívia. E ganhariam R$ 3 mil pelo ‘serviço’.

Diante das ações ocorridas, a Defurv deflagrou operação com o objetivo de prender os demais autores por integrarem a quadrilha. Assim, na tarde desta quarta, duas mulheres de 27 anos, mais um comparsa da mesma idade, acabaram detidos.

Com mais de 15 integrantes, o bando atuava de maneira organizada, com os líderes muitas vezes contratando os bandidos para ‘bicos’, sem relação ou conhecimento entre eles. As ordens vinham de dois detentos no sistema prisional que são os líderes do bando. Mais de seis sequestros foram armados pelo bando.

Fonte;Correio do Estado

Pax Primavera