Para reforçar combate a incêndios florestais, 151 novos bombeiros passam por capacitação

Fotos: Edemir Rodrigues

Fonte:Portal do Governo de Mato Grosso do Sul

Para reforçar o combate a incêndios florestais em Mato Grosso do Sul, 151 novos soldados do Corpo de Bombeiros passam por capacitação técnica para atuar no campo, inclusive com aulas práticas de prevenção e combate ao fogo, sendo a primeira turma de novos militares a dispor desta qualificação.

O grupo está desde segunda-feira (26) acampado na Fazenda Modelo, da Embrapa de Gado de Corte, realizando uma série de atividades para se capacitar no combate a incêndios florestais. Nesta quinta-feira (29) participaram da instrução de queima e dispersão do fogo, usando na prática as técnicas que aprenderam durante o curso de uma semana.

Novos soldados do Corpo de Bombeiros durante curso (Foto: Edemir Rodrigues)

Foi preparada uma área específica da vegetação para realizar o incêndio, em um quadrante definido, onde os novos bombeiros, que se formaram na semana anterior, puderam colocar em prática o que aprenderam, tendo a participação dos instrutores e coordenadores do curso.

“Este treinamento faz parte do curso de força-tarefa de prevenção e combate a incêndio florestal, capacitando os novos soldados que depois serão distribuídos por todo Estado. Na formação eles passaram por todas as etapas das atividades de um bombeiros e nesta semana receberam a qualificação nesta atividade”, explicou o tenente-coronel do Corpo de Bombeiros, Waldemir Moreira Jr.

Ele destacou que para o curso foi utilizado uma série de equipamentos e materiais adquiridos no ano passado, inclusive dispondo das tecnologias novas. “O curso foi feito em uma época que a vegetação não está tão seca, temos um controle maior, a velocidade de propagação do fogo é mais lenta, e assim conseguimos demonstrar melhor esta ação a eles”.

Formação

Reunião antes da realização da atividade no campo (Foto: Edemir Rodrigues)Formação

O subcomandante do Corpo de Bombeiros, o coronel Artemison Monteiro de Barros, que acompanhou o treinamento do campo, revelou que até o meio do ano serão formados nesta força-tarefa 405 (bombeiros) militares aptos para ajudar no combate a incêndios florestais no Estado, tendo ao total 1,5 mil bombeiros aptos e capacitados para atuarem no campo para estas ações.

“Nossas ações atendem a política nacional do meio ambiente e a capacitação dos novos soldados já é uma das respostas para o combate a incêndios florestais. Mato Grosso do Sul tem sido um dos primeiros no ranking nacional de focos de calor, ano passado por exemplo foram 11.885 (focos)”, destacou Barros.

O presidente do Imasul (Instituto de Meio Ambiente de Mato Grosso do Sul), André Borges Barros de Araújo, destacou que é fundamental este treinamento para que haja mais profissionais qualificados para atuação nesta função. “O treinamento já é uma fase de prevenção, para evitar que o fogo se propague no campo. Vivemos anos difíceis, muito por conta da estiagem prolongada, a tendência é que neste ano também seja severa”, ponderou.

Leonardo Rocha, Subcom

gov ms