Polícias Civil e Militar realizam a prisão de homem que manteve a ex-companheira em cárcere privado durante a noite em Nova Alvorada do Sul

Segundo consta, o suspeito, após ter sido posto em regime semiaberto pelo crime de lesão corporal contra a ex-covivente, estava indignado pelo fato de ter sido preso.
Diante disto, em seguida ter saído do presídio, foi à casa da vítima, entrou na moradia e passou a agredi-la com socos e chutes, além de enforca-la.


Para se ter uma ideia da crueldade do ato, as agressões perduraram por toda a noite e a vítima não podia deixar a residência, sendo constantemente ameaça de morte caso revelasse o fato à polícia.


Entretanto, ela não teve medo e procurou à Delegacia de Polícia, tendo o delegado representado pela prisão preventiva do acusado, a qual foi deferida pelo Poder Judiciário.


O suspeito que praticou os crimes no mês de julho somente foi preso hoje porque estava escondido trabalhando em uma construção na área rural do município.


O delegado Rômulo Marcelo informou que ele deverá ser indiciado pelos crimes de cárcere privado, lesão corporal no contexto de violência doméstica, ameaça e descumprimento de medida protetiva, bem como o dono da obra que ajudou no esconderijo será indiciado pelo crime de favorecimento pessoal.

http://assomasul.org.br/