PRF encerra Operação Carnaval 2022 com recordes de fiscalização no MS

Durante as fiscalizações mais 5700 testes de alcoolemia foram aplicados e 115 motoristas flagrados sob efeito de substância psicoativa

APolícia Rodoviária Federal (PRF) encerrou, nesta quarta-feira (2), a Operação Carnaval 2022 com recordes de fiscalização no Mato Grosso do Sul. Como reforço de mais de 500 policiais, números de flagrantes de alcoolemia e ultrapassagens indevidas chamaram a atenção durante o feriado.

Durante os seis dias de operação, a PRF realizou 5.730 testes de alcoolemia e flagrou 115 motoristas dirigindo sob efeito de substância psicoativa, 20 foram presos. O total de testes aplicados representa um recorde para a PRF no estado.

269 condutores ou passageiros não utilizavam o cinto de segurança e 56 crianças eram transportadas fora do dispositivo de segurança.

No total, foram registradas 581 infrações de ultrapassagem, outro número que chamou a atenção durante as fiscalizações. 3.116 infrações foram contabilizadas ao final da operação.

Ocorreram 20 acidentes, sendo 5 graves. 19 pessoas ficaram feridas e três mortes foram registradas. Durante o feriado de Carnaval em 2021, a PRF registrou 22 acidentes, sendo 5 considerados graves. 28 pessoas ficaram feridas e nenhuma morreu.

Apesar dos números relevantes, o movimento durante a operação carnaval foi abaixo de anos em que não havia pandemia. Muitas festividades e feriados foram cancelados e isso causou o movimento apenas um pouco maior que em relação a dias sem feriados.

A explicação no impacto dos números maiores está no grande esforço que a PRF tem empregado mais recentemente, após aumentar seu efetivo em 50 % com as recentes contratações do governo Federal desde 2019, quando ocorreram vários concursos para a PRF, tendo MS recebido uma atenção especial nesse quesito.

Assomasul Corredor Bioceanico