Sem patrocínio da Caixa, Corinthians improvisa em camisa de treino

Fellipe Bastos treina com uniforme repaginado: Fiel Torcedor substitui a Caixa na camisa (Foto: Marcelo Braga)

Banco se despede do clube após empate com o Inter, e Timão passa a mostrar Fiel Torcedor no uniforme. Diretoria busca parceiros para o principal espaço da camisa

Sem acordo para a renovação de contrato com a Caixa Econômica Federal, o Corinthians não exibe mais a marca do banco no seu uniforme. O último jogo com o patrocínio foi o empate por 1 a 1 com o Internacional, quarta-feira, no Beira-Rio.

Nesta sexta-feira, as camisas de treino foram improvisadas e exibiram na parte frontal a marca do programa Fiel Torcedor. As placas de publicidade da Caixa também foram retiradas do CT Joaquim Grava.

Insatisfeito com rumo das negociações, o Timão abriu mão da renovação e já busca um novo parceiro para o espaço master da camisa. No domingo, contra o São Paulo, na semifinal do Paulistão, o time usará uniforme sem o logo da instituição financeira.

Nos últimos meses, Corinthians e Caixa mergulharam em um processo de negociação complicado. Diferentemente do último contrato, o banco não desejava pagar R$ 30 milhões para um período de 12 meses (R$ 2,5 por mês). A ideia era diminuir o montante e também o período de acordo, que seria só de oito meses (até dezembro). Na visão do Timão, os termos não eram mais interessantes.

A parceria, iniciada em 2012, despejou mais de R$ 120 milhões no período, com três renovações. Sem a Caixa, o Corinthians entra na reta final do Paulistão com três parceiros fixos: a Minds, que ocupa as mangas da camisa; a Alcatel, que está na parte superior das costas; e a Foxlux, que estampa sua marca na barra das costas.

Fonte: GloboEsporte

Pax Primavera