Droga estava escondida em caminhão de ração. Apreensão ocorreu próximo ao distrito de Ipezal em Deodápolis.

Três pessoas foram presas no final da tarde desta terça-feira (19), próximo ao município de Deodápolis acusadas de tráfico de drogas. A droga estava escondida em um caminhão de ração, com placas falsas de Aparecida do Taboado.

De acordo com informações repassadas a reportagem do Portal MS 24h, uma equipe da Força Tática do 14º BPM de Fátima do Sul realizava fiscalização de rotina na região do distrito de Ipezal, em Deodápolis, quando abordaram o veículo HB20, com placas de Campo Grande, conduzido por Felipe Bezerra Moreira Nice, 29 anos, tendo como passageira sua amasia, identificada como Leidiane Ferreira de Souza, 28 anos.
No veículo os policias encontraram diversas garrafas térmicas, oriundas do Paraguay. Durante questionamentos, o casal entrou em controversas sobre o destino e a origem da mercadoria. Desconfiados que o casal, residente em Deodápolis realizava o serviço de batedor, a equipe do Tático solicitou apoio de uma equipe da Força Tática que retornava de Campo Grande, sendo que esta equipe suspeitou de um caminhão de ração com adesivo da empresa Bello Alimentos.

A equipe resolveu abordar o caminhão, e durante checagem, os policiais descobriram que o caminhão estava com placas falsas. Questionado, o motorista identificado como Adail Almada, 47 anos, disse ter pegado o caminhão em Dourados e deveria levá-lo ate o estado de São Paulo.
Ao questionarem o casal, os policiais foram informados que eles estavam fazendo o serviço de batedor, mas acreditavam que fazia o trabalho para muambeiros. Os três envolvidos, o caminhão e o veículo HB20 foram encaminhados para sede do 1º DP de Fátima do Sul, onde uma equipe do Corpo de Bombeiros auxiliou os policiais, que encontraram um fundo falso dentro do compartimento de carga do caminhão com 479 tabletes de substancia aparentemente a cocaína, que após pesagem totalizou 537,200 kg.
Os três suspeitos foram presos e encontram-se a disposição da justiça em uma das celas do 1º DP de Fátima do Sul. O motorista do caminhão, conhecido por Kiko, já foi preso em 2010 também por tráfico de drogas.

Ao todo foram localizados 479 tabletes de cocaína, que pesou 537,200 kg(Foto: Ribero Júnior / MS 24h)

Fonte:Siliganews

Pax Primavera