Tríplice coroa! Palmeiras bate o Grêmio de novo e conquista tetra da Copa do Brasil

Palmeiras campeão da Copa do Brasil 2020 (Foto: Marcos Ribolli)

Título encerra temporada excelente do Verdão, campeão também do Paulistão e da Libertadores; Tricolor perde a chance de se tornar o maior vencedor do torneio ao lado do Cruzeiro

Verde é a cor de 2020!

Pode gritar, torcedor do Palmeiras. A Copa do Brasil é sua pela quarta vez! O título, conquistado neste domingo com uma vitória incontestável por 2 a 0 sobre o Grêmio, com gols de Wesley e Gabriel Menino, no Allianz Parque, em São Paulo (tinha vencido por 1 a 0 em Porto Alegre), tem um sabor especial. Sabor de tríplice coroa, algo que não acontecia desde 1993, com as conquistas do Paulistão, do Rio-São Paulo e do Brasileirão. E dessa vez, o peso dos três títulos é ainda maior. Somada à Copa do Brasil e ao Paulistão está a Libertadores da América, uma obsessão do palmeirense. Mas tem mais. Para dar uma noção ainda mais exata do tamanho do feito na Copa do Brasil, o Verdão desbancou em dois jogos o Grêmio, que, em caso de título, poderia se tornar, ao lado do Cruzeiro, o maior campeão do torneio, com seis conquistas. 2020, definitivamente, foi a temporada mais verde dos últimos tempos. 

O tetra!

Com a conquista da Copa do Brasil de 2020 sobre o Grêmio, o Palmeiras chega a quatro títulos da competição. O primeiro deles foi em 1998, contra o Cruzeiro, atualmente o maior campeão do torneio. Depois, em 2012, o Verdão bateu o Coritiba na final. E em 2015, nos pênaltis, venceu o rival Santos.

  • Cofre cheioConquista da Copa do Brasil faz o Palmeiras atingir R$ 200 milhões em premiações em 2020; veja aqui os detalhes.
  • Primeiro tempoA necessidade de vencer para ser campeão fez o Grêmio partir para cima do Palmeiras logo nos primeiros minutos. E logo aos dois minutos, depois de boa jogada de Vanderson pela direita, Pepê teve grande chance na pequena área, sozinho, mas furou na hora de finalizar. Na pressão, o time gaúcho ainda chegou com Diego Souza e Alisson. Mas a resposta do Palmeiras foi forte. Rony, aos sete, em contra-ataque, ficou em ótima condição para abrir o placar. Mas Paulo Miranda, atento, travou o chute do atacante do Verdão. Depois de o Tricolor começar melhor o jogo, o Palmeiras conseguiu equilibrar. E chegou a balançar a rede aos 18, com Raphael Veiga. Mas o árbitro assinalou impedimento de Rony, autor do cruzamento. Gol bem anulado. Mais adiante, o Grêmio criou boa chance com Maicon e depois com Diego Souza, em cabeçada defendida por Weverton. Com o duelo mais equilibrado, o Verdão arriscou de fora da área, com Raphael Veiga. Mas Paulo Victor, bem posicionado, defendeu em dois tempos. Na reta final do primeiro tempo, o Palmeiras ainda apareceu bem no ataque com dois chutes de fora da área, um de Rony, que saiu pela linha de fundo, e outro de Zé Rafael, defendido por Paulo Victor.
  • Fonte:G1
Rota do Saneamento