Velório de criança morta por bêbado vai de tristeza a procura por Justiça em MS

Foto:Olimar Gamarra

Misto de sentimentos marcou o velório que aconteceu na cidade de Itaporã

O velório do pequeno Luiz Vital Paruche Viana, de 5 anos, aconteceu pela manhã e início da tarde desta terça-feira (19), na Igreja Imaculada Conceição, que fica no distrito de Piraporã, em Itaporã. A criança morreu após ser atropelada por um caminhão desgovernado em Rio Brilhante.

O sentimento de revolta e a tristeza marcaram o velório. No entanto, o principal ponto é a procura por justiça contra o motorista do veículo, Matheus Wesley Silvério da Silva, de 25 anos, que dirigia bêbado pela rua Plínio Fagundes, quando atingiu a criança na calçada.

A criança brincava com o irmão quando foi atropelada – por pouco, seu irmão mais velho também não foi atingido pelo caminhão. Luiz não teve tempo de ser socorrido e morreu na hora.

A mãe, em estado de choque, ficou o tempo todo com o corpo do menino em seus braços.

Pessoas que não puderam participar do velório e consequentemente do sepultamento lamentaram bastante o fato e clamaram por justiça. Nas redes sociais, o movimento é muito grande por conta da forma trágica como tudo aconteceu.

O fato

O motorista foi preso em flagrante pela Polícia Militar. O teste do bafômetro constatou a embriaguez ao volante. Após atropelar a criança, o condutor ainda tentou fugir do local do crime, mas foi encontrado pela equipe de militares que atendiam a ocorrência.

De acordo com informações apuradas com o site Rio Brilhante em Tempo Real, o teste do bafômetro constatou 0,91mlg de álcool por litro de ar expelido dos pulmões.

Testemunhas apontaram que a esposa do motorista também estava no caminhão e tentou esconder uma caixa de cerveja que estava no veículo, antes da chegada dos militares.

Matheus deverá responder pelo crime de homicídio doloso qualificado e embriaguez.

Fonte:Tempo Real

Assomasul Corredor Bioceanico